Alertas

Zika Vírus

Mais um mosquitinho para nos deixar de cabelo em pé!

O Zika vírus! Antes de fazer o post li diversos sites e informações sobre esse vírus que também é causado pelo mosquito Aedes Aegypti, responsável  também pela disseminação da dengue, zika e chikungunya! Como é algo novo as informações ainda são poucas e as dúvidas muitas, porém temos a confirmação do Ministério da Saúde entre o Zika e a ocorrência de microcefalia, infelizmente estamos passando por um surto!

Screenshot_2015-12-07-15-02-25-1

Os sintomas são parecidos com os da dengue e do chikunguna , febre e dores musculares são os principais sintomas, porém o Zika e a dengue são do gênero Flavivirus, já o chikunguna é do gênero Alphavirus e as doenças tem gravidades diferentes:

A dengue, que pode ser provocada por quatro sorotipos diferentes do vírus, é caracterizada por febre repentina, dores musculares, falta de ar e moleza. A forma mais grave da doença é caracterizada por hemorragias e pode levar à morte.

O chikungunya caracteriza-se principalmente pelas intensas dores nas articulações. Os sintomas duram entre 10 e 15 dias, mas as dores articulares podem permanecer por meses e até anos. Complicações sérias e morte são muito raras.

Já a febre por zika vírus leva a sintomas que se limitam a no máximo 7 dias. Apesar de os sintomas serem mais leves do que os anteriores, a relação do vírus com a microcefalia já confirmada pelo ministério da saúde e a possível ligação com a síndrome de Guillain-Barré (doença rara que afeta o sistema nervoso e provocar fraqueza muscular e paralisia de braços, pernas, face e musculatura respiratória, em 85% dos casos, há recuperação total da força muscular e sensibilidade) tem trazido grande preocupação.

O Diretor do Departamento de Vigilância de Doenças Transmissíveis do Ministério da Saúde, Cláudio Maierovitch, confirmou em entrevista que estão investigando a possibilidade de contágio por relação sexual e aleitamento.

“Transmissões por meio de relação sexual e por aleitamento são citadas em casos isolados, mas ainda estamos investigando”

Até o momento a transmissão é confirmada ser por picada do mosquito Aedes Aegypti, quanto ao diagnóstico ainda não existe um exame específico são feitos exames laboratoriais e analisados em conjunto com os sintomas pelos médicos.

Infelizmente não existe uma vacina,  então a melhor prevenção é  combater o vírus! Cada um fazendo sua parte e assim evitando a proliferação do mosquito, é  muito importante a conscientização da população contra esse mosquito.

Vamos todos ajudar e fazer nossa parte! Beijos e até.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s