Saúde e Bem Estar

Esportes na Infância

Aqui em casa sempre tivemos por regra incentivar a prática de esportes desde muito cedo.
Sempre vimos a prática ao esporte como um sinônimo de vida saudável, hoje em dia com tanta tecnologia, vemos muitas crianças brincando somente na frente de computadores, vídeo games, tvs etc… A bola de futebol, o pique-pega, pique-esconde e a pipa passaram a ser deixados de lado. A tecnologia sem dúvida nenhuma contribui muito para a nossa vida, porém está aumentando muito o nível de sedentarismo e obesidade infantil, incentivar a atividade física na infância colabora muito com a qualidade de vida que queremos que nossos filhos venham a ter no futuro.
Meus filhos começaram os esportes muito pequenos, com 6 meses já faziam natação, com 1 ano e meio minha filha mais velha entrou na ginástica, fazia uma aula chamada mamãe e bebê. Hoje ela tem 11 anos e é uma atleta federada, a ginástica acabou se tornando sua grande paixão.


O mais importante é manter a prática de esportes como uma parte do desenvolvimento e rotina da criança, é muito importante que haja um ambiente agradável, sem cobranças exageradas, com brincadeiras e diversão, é preciso que as crianças se sintam envolvidas para aproveitarem ao máximo a atividade proposta. Se a criança irá se destacar ou não na modalidade escolhida só o tempo irá dizer, devemos respeitar as necessidades e os interesses das crianças, perceber que tipo de atividades as motivam, enfim é preciso deixar as pressões de lado para um bom desempenho, que muitas vezes a cobrança começa dentro de casa. O treinamento intensivo precoce é muito prejudicial, as crianças não querem que as atividades sejam uma obrigação.

Independente do esporte escolhido, todos ajudam no desenvolvimento do corpo e da mente, aumentam a capacidade cardíaca, podem diminuir problemas respiratórios, ajudam a lidar e se relacionar melhor com companheiros, técnicos e adversários, desenvolve valores como cooperação, respeito, disciplina, , aprendem desde cedo a conviver com conquistas e frustrações, seguir regras, dar sempre o melhor de si, aumenta a sensação de bem-estar, diminui a ansiedade, ajudam na auto-estima, estimula na socialização e consequentemente é um grande aliado na adolescência afastando das drogas.
O esporte tem o poder de mostrar que nem sempre o caminho mais fácil, é o melhor, torna a criança mais confiante, otimista e segura para alcançar seus objetivos.
É preciso que a criança experimente alguns esportes para quando crescer um pouco possa decidir que esporte seguir. Aqui em casa posso falar que tenho 3 esportistas, não sei se foi só o incentivo desde muito cedo ou se é uma habilidade deles mas o fato é que são apaixonados por esportes. Já fizeram natação, aula da circo, futebol, ginástica, tecido, balé, judô, yoga etc… Chega um momento em que eles escolhem o que realmente lhe dá prazer. Eu achava lindo o balé e com 3 anos, logo coloquei minha filha, ela sempre detestou. Com 5 anos passou a reclamar sempre, tirei na hora. Ela não estava feliz, sempre foi apaixonada pela ginástica. Meu filho fez futebol, mas teve que escolher entre o futebol e o judô e preferiu o judô. Hoje ele faz judô e tênis, cada criança é de uma maneira e temos que respeitar as suas escolhas, deixando de lado nossas preferências e  expectativas. A minha pequena já nasceu malabarista.
E assim vamos respeitando os seus gostos e incentivando a prática, fazendo com que os esportes sempre façam parte da rotina deles.
Alguns esportes indicados para crianças e seus benefícios :
-Judô
*aperfeiçoamento do reflexo
*desenvolvimento do raciocínio
* respeito ao companheiro
*estimula a competição sadia
-Natação
*desenvolvimento motor
*não tem idade
*esporte considerado completo, pois trabalha todos os mecanismos fisiológicos, como capacidade respiratória e sistema cardíaco.
-Futebol
*integração das crianças
*estimulo a velocidade de reação
*aumento da coordenação motora e visão periférica
*esporte mais popular do mundo
-Balé
*melhora a coordenação motora
*aumenta a concentração
*corrige e melhora a postura
*ajuda no equilíbrio e reflexo
-Ginástica
*aumenta a disciplina e responsabilidade
*aumenta a coragem e a força
*rapidez nos movimentos
*ótimo domínio sobre as reações do corpo
-Tênis
*melhora a coordenação motora
*força
*concentarção
*postura
-Yoga
*ambiente não competitivo
*diminui a ansiedade
*encoraja a relaxar e se divertir enquanto desenvolvem a força, concentração e auto confiança.
Vamos colocar nossas crianças para fazerem exercícios!!!!!!
Por uma vida mais saudável
ASSINATURADANI
Anúncios

53 comentários em “Esportes na Infância

  1. Concordo com você Tati!! As crianças são apresentadas tão cedo a tecnologia que passa a se desinteressar por esportes. Pedro tem 2 anos e jogamos futebol, corremos, pulamos e logo fará algum esporte!

    Curtido por 1 pessoa

  2. Eu super apoio também o esporte na infância, coloquei o Gui um pouco antes dos 9 meses na natação, mais parei pq eu estava achando muito chato, as aulas estavam muito repetitivas e como eu tinha que entrar com ele cansei, ai ele entrou na escolinha com 3 anos e começou o judo lá, ano passado coloquei ele aos sábados no futebol e na escola atual dele ele tem judô e futsal tbm, além da educação física

    Bjs Mi Gobbato
    http://espacodasmamaes.blogspot.com.br/

    Curtir

  3. Dani!! Eu super aprovo tudo o que falou disse sobre disciplina, respeito, regras, e saúde em primeiro plano!! Rafa faz judo e natação. E ama!! Amei a primeira foto dos seus contorcionistas kkkk bjo

    Curtido por 1 pessoa

  4. Acho fundamental para as crianças terem um esporte pelo qual se apaixonem! Meus pais me incentivaram, fiz vaaaarios esportes e quero o mesmo para o Pedro! Quando tiver idade, vou coloca-lo em uma luta. 🙂 Acho incrível o grau de concentração que elas tem! Beijos

    Curtido por 1 pessoa

  5. Adorei o texto, Dani! Estava pensando em colocar minha filha na aula de ballet com 2 anos (idade em que a escola dela oferece tal
    atividade), mas algumas pessoas me desestimularam, dizendo que seria cedo demais e que depois ela enjoaria. Agora vejo que não necessariamente, já que você disse que sua mais velha começou a ginástica com 1 ano e meio, adora até hoje, e se tornou uma atleta federada. E concordo plenamente com o que você disse: se minha filha não gostar do ballet, com certeza a tirarei e escolheremos outro esporte! Pretendo seguir suas dicas! 👏🏻

    Curtido por 1 pessoa

  6. Acho super importante estimular o esporte, Heitor começou a natação com 8 meses, por alguns motivos pessoais, tive que parar com a natação, porém ele sente falta!
    Agora já com 4 anos o que ele mais gosta e o futebol, mas e mais brincadeira com o papai!
    Quero colocar ele em outro esporte, acho super importante!

    Beijos
    Gleysa
    demamaeursa.blogspot.com.br

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s